História da FJJO e CBJJO

Por Walter Nogueira

 

Tudo começou no ano de 2002 com um convite do Luiz Hermínio para um almoço no Fluminense F.C  depois de organizado um torneio interno da Nova União no Colégio Militar no bairro de São Francisco Xavier- RJ.

 

Na primeira reunião ficou decidido que fundaríamos uma Federação e uma Confederação com o objetivo de fazer competições com preços compatíveis para que todas as classes sociais pudessem participar, valorizando os faixas pretos com o intuito de não migrarem para outras modalidades.

 

Na segunda reunião Luiz Hermínio, o Luizinho, convidou o Alexandre da Revista TATAME para expor nossos objetivos. Depois de ouvir nossa proposta o Alexandre perguntou: “ Aonde vocês querem chegar se já existe uma Confederação mais estruturada?” Eu respondi: “ Até aonde nossas pernas agüentarem.” Ele sorrindo admirou nossa iniciativa e prometeu divulgar o nosso trabalho em sua revista.

 

Na terceira reunião, decidimos dar o primeiro passo, a Legalização da Entidade e a escolha do nome da mesma. Mesmo sendo muito criticado pelo fato do Jiu-Jitsu não ser um esporte olímpico, como lutador e amante do esporte escolhemos acatar um sonho através do nome, o Jiu-Jitsu como esporte olímpico. No dia 22 de fevereiro de 2002, a Federação de Jiu-Jitsu Olímpico passou a existir.

 

Com a legalização concluída, demos início ao primeiro evento, A Copa do Brasil, realizada no ano de 2002 na Universidade Gama Filho. Contamos com diversos atrativos entre eles premiações em dinheiro que impulsionaram a partir desse evento, todas as competições da Federação de Jiu-Jitsu Olímpico. Tivemos como nosso segundo evento o Campeonato Estadual que foi realizado no Ginásio Cai Martins em Niterói- RJ, com inscrição gratuita o evento reuniu diversos atletas de pontas e projetos sociais ressaltando a importância da participação de todos sem exclusão social, bandeira que até hoje ainda é defendida por nós.

 

Ainda em 2002 realizamos a Copa do Mundo de Jiu-Jitsu Olímpico, realizada no ginásio do Hebráica com a participação de vários atletas de ponta com premiação em dinheiro para as categorias absoluto. De 2002 a 2007 foram vários eventos realizados pelas duas entidades, com a participação de Luiz Herminio e sua firma. A Copa do Mundo de 2007, realizada no Ginásio do Pedrão em Teresópolis, foi o último evento em que o Luiz participou, ouveram muitas reclamações por parte dos atletas e pessoas que trabalharam no evento devido a falta de pagamento. O que não posso omitir e que na época da fundação da FJJO e CBJJO, ninguem teve a coragem de fundar outra entidade, pois já havia uma federação tradicional de Jiu-Jitsu do qual sou um dos fundadores quando era professor do Sampaio Atlético Clube, clube fundador da mesma em 1967, os outros clubes são Montanha  e Melo Tênis Clube.

 

Passamos por momentos de glórias, como o World Cup realizado no ano de 2004 em Salvador-Bahia. Este evento reuniu os melhores lutadores de jiu-jitsu da história considerado até os dias de hoje como um dos melhores eventos de jiu-jitsu já realizados. Reconhecido mundialmente, é motivo de consagração para todos os atletas que foram campeões.

 

A Copa do Mundo no ano de 2005 em São Paulo, no Ginásio do Ibirapuera, contou com uma farta premiação em dinheiro e devido ao sucesso do  evento anterior, atraiu um grande número de atletas e expectadores.

 

Não só de altos vivemos ao longo dessa trajetória, após grandes campeonatos, devido a erros de organização, a CBJJO por ser uma entidade de fato mas não de direito, ficou 1 ano sem realizar eventos, passou por diversos processos, como mudança de Diretoria, Legalização, enfim, passou por todo um processo de reestruturação.

 

Em 2009, a CBJJO, voltou a realizar eventos de grande porte e nome. Legalizada no dia 22 de fevereiro de 2010, contado com uma  diretoria respeitável e presidida pelo Gran Mestre Walter Nogueira Faixa Vermelha 9° Grau, mais organizada e preocupada com o Social,  realiza eventos por todo o território nacional e almejando futuramente a realizações de competições também de nível internacional.

 

Palavras do Gran Mestre Walter Nogueira atual Presidente da CBJJO:

 

“Quando assumi a CBJJO, só Deus sabe todas as dificuldades, provas da vida, que tive que passar. Muitos erros ao longo da trajetória que trouxeram com eles a dificuldade de reestruturar a CBJJO, mas graças a Deus, após muita luta, sempre ressaltando a ajuda que recebi da minha família principalmente dos meus filhos e de amigos que hoje estão conosco fazendo parte da nossa Diretoria, conseguimos dar a volta por cima. A CBJJO e FJJO, hoje conta com estrutura própria, uma sede localizada no Atitude Social, um projeto social na comunidade Vila Cruzeiro no Rio de Janeiro e uma sub-sede no Canto do Rio F.C em Niterói- RJ. Gostaria de agradecer a todos que participam e admiram os nossos eventos ao longo dessa caminhada, obrigado a todos.

 

Diretoria CBJJO:

Presidente: Walter Matos Nogueira

Vice: Antônio Luiz  Tiburcio

Diretora Executiva: Maria Paula Orru

Diretor Geral: Jair Court

Diretor de Marketing: Leonardo Marques

 

Fundada:,22/02/2002

CNPJ: 04.994.821.0001/41

Sub Sede: Rodovia Amaral Peixoto, Km 15, 2º andar, Shopping Inoã – Maricá

 

UMA NOVA CBJJO ESTÁ SURGINDO!